Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

sábado, 16 de maio de 2009

História do Hino "Ó Meu Pai"


Letra: Eliza R. Snow
Música: James McGranahan
Referência: Romanos 8:16-17, Atos 17:28-29 (22-31)

Este hino foi escrito durante uma época de agitação que culminou na morte trágica do Profeta Joseph Smith e de seu irmão Hyrum Smith.
Foi escrito na casa de Stephen Markham, num baú de madeira que servia de mesa no quarto mobiliado de Eliza Snow. O hino está dividido em quatro estrofes e é um resumo do grande drama da vida Eterna como revelado no Evangelho restaurado de Jesus Cristo.
Eliza Roxey Snow, como Parley P. Pratt, é descendente de uma antiga família americana. Nasceu em 1804. Dois anos depois os Snows mudaram-se para Ohio. Antes de converter-se ao mormonisno, a família era batista, sendo seu lar o lugar de reunião de muitas pessoas intelectuais.
Foi nessa atmosfera religiosa e cultural que Eliza e seu irmão foram criados.
Parece que a mãe e uma das filhas foram as primeiras na família a filiarem-se à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Nessa época, os Santos, estavam juntando-se em Kirtland, Ohio e Sião. Em 1835, Eliza, depois de fazer suas próprias investigações, foi para Kirtland, onde encontrou o Profeta e foi batizada. Desse tempo até sua morte numa idade avançada, participou das alegrias e pesares de seu povo.
Lecionava, foi nomeada primeira Secretária Geral da Sociedade de Socorro, organizada em Nauvoo, em 1842.
Em Utah, ela presidia sobre todas as organizações femininas por consentimento comum antes da nomeação.
Em 1880, porém, o Presidente John Taylor separou as diversas sociedades e nomeou-a Presidente da Sociedade de Socorro, sendo que nessa posição serviu até sua morte. Irmã Snow viajava contentemente, não apenas pelos Estados Unidos, mas também pela Europa e Oriente.
Em 1872, fez uma viagem especial a Palestina e visitou o Egito, a Grécia, a Alemanha, a França e a Inglaterra. Foi durante essa viagem que presenteou um exemplar do Livro de Mórmon à Rainha Vitória da Inglaterra, que o recebeu com grande cortesia.
Para a irmã Snow, o trabalho literário representava uma vocação, ainda que não ganhasse a vida desta maneira. Escreveu prosa além de poesia, mas a forma principal de sua expressão literária foi a versificação, na qual se destacou.
Uma de suas obras em prosa foi a história da família Snow, com atenção especial à vida de seu irmão, Lorenzo, pois ele não somente chegou a ser um dos Doze Apóstolos, mas também o quinto Presidente da Igreja. Escreveu canções, hinos e narrações em verso.
Esse hino expressa o fato de nossa vida na preexistência; dá o motivo de nossa vida aqui na terra; fala de Deus como nosso Pai e insinua que temos também uma Mãe Celestial. A última estrofe expressa o desejo pela reunião com os Pais Celestiais depois da morte.
A idéia de nossa relação com Deus é o coração da religião revelada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário