Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Mensagem das Professoras Visitantes - Agosto 2009


(Obra de Jean Honorá Fragonard)


Procurar Instruir-se e Aprender Durante Toda a Vida

Ensinem estas escrituras e citações ou, se necessário, outro princípio que vai abençoar as irmãs que você visitar. Preste testemunho da doutrina. Peça às pessoas que você ensinar que compartilhem o que sentiram e aprenderam.

Por Que Devo Procurar Continuamente Adquirir Instrução Espiritual e Secular?

D&C 93:36–37: “A glória de Deus é inteligência ou, em outras palavras, luz e verdade. A luz e a verdade rejeitam o ser maligno.”

Julie B. Beck, presidente geral da Sociedade de Socorro:
“O Senhor nos disse que ‘[devemos] dedicar [nosso]tempo ao estudo das escrituras’ (D&C 26:1) e que ‘o Livro de Mórmon e as santas escrituras são dadas (…) para [nossa] instrução’ (D&C 33:16). Toda mulher pode ser uma instrutora de doutrina do evangelho em seu lar e toda irmã da Igreja precisa ter conhecimento do evangelho como líder e como professora.
Caso ainda não tenham desenvolvido o hábito
de estudar as escrituras diariamente, comecem agora e continuem a estudá-las, a fim de estarem preparadas para suas responsabilidades nesta vida e na eternidade”
(“Minha Alma Se Deleita nas Escrituras”, A Liahona, maio de 2004, pp. 107–108).

Presidente Thomas S. Monson:
“Além de nosso estudo de temas espirituais, o aprendizado secular também é essencial. (…) Exorto-as a estudarem — se ainda não estiverem estudando ou se ainda não terminaram os estudos — para que estejam preparadas para sustentar a família, caso as circunstâncias o exijam. Seus talentos se ampliarão à medida que estudarem e aprenderem. Vocês poderão ser mais úteis para sua família se estudarem e poderão ter paz de espírito sabendo que estão preparadas para as eventualidades da vida”
(“Três Metas para Guiá-las”, A Liahona,novembro de 2007, p. 119).


Como Posso Aprender Por Toda a Vida?

Presidente Henry B. Eyring, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência:
“Teremos de tomar algumas decisões difíceis sobre como utilizar nosso tempo. (…) Mas lembre-se: seu interesse é instruir-se, não apenas para a vida mortal, mas para a vida eterna. Quando você enxergar claramente com a visão espiritual, colocará o aprendizado espiritual em primeiro lugar, mas sem negligenciar o aprendizado secular. (…) E, por ser difícil discernir o que precisamos saber, necessitamos da ajuda do céu para saber quais das infinitas coisas que podemos estudar seria mais sábio aprender. Isso também significa que não podemos desperdiçar nosso tempo nos entretendo, quando temos a chance de ler ou ouvir algo que vai nos ajudar a aprender uma coisa verdadeira e útil. A curiosidade insaciável deve ser nossa marca registrada” (“Education for Real Life”, Ensign, outubro de 2002, pp. 18, 19).

Élder Robert D. Hales, do Quórum dos Doze Apóstolos:
“Alguns dos atributos básicos necessários para tornarnos aprendizes por toda a vida são a coragem, o desejo fiel, a humildade, a paciência, a curiosidade e a disposição de transmitir e compartilhar o conhecimento que adquirimos. (…) Minhas queridas irmãs, não se menosprezem como mulheres ou mães. (…) Não deixem que o mundo defina, rebaixe ou limite seu desejo contínuo de aprender e os valores da maternidade no lar, tanto aqui na mortalidade quanto nos benefícios e aprendizado eternos que proporcionam a seus filhos e seu companheiro. O aprendizado durante toda a vida é essencial para a vitalidade da mente, do corpo e da alma humanos. Ele amplia o valor que damos a nós mesmos e a nossa capacidade de colocar-nos em ação. O aprendizado por toda a vida revigora a mente e é uma grande defesa contra o envelhecimento, a depressão e a dúvida sobre nosso próprio valor.”
(“The Journey of Lifelong Learning”, Brigham Young University 2008– 2009 Speeches, 2009, pp. 2, 8–9).

Nenhum comentário:

Postar um comentário