Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

História do Hino Secreta Oração

 Obra de Donald Zolan
Letra e Música: Hans Henry Petersen, 1835-1909
Referência: Mateus 6:6
Alma 33:3-11

O Élder Bruce R. McConkie escreveu: “Todos os dons são dados àqueles que, por meio da fé e oração, conseguem cumprir a lei na qual o princípio se baseia”. Este importante ensinamento é a base do hino “Secreta Oração”.
Quando cantamos este hino, devemos expressar esses sentimentos com convicção, dando ênfase a nossa apreciação individual pela oportunidade de podermos orar em segredo e por nosso comprometimento em procurar “preciosa paz”. 
Nesse hino, a primeira pessoa do singular (eu) é omitida, mas o verbo é conjugado nessa pessoa, e isso, num hino de oração é típico dos Santos dos Últimos Dias, uma vez que, acreditamos firmemente nas orações diretas e não nas orações formais ou decoradas.
A letra e a melodia desse hino SUD foram escritas por Hans Henry Petersen, quando era diretor do coro da Estaca Hyrum, na virada do século. Embora fosse nativo da Dinamarca, ele rapidamente absorveu a tradição dos hinos evangélicos cristãos. Uma característica desse hino é a divisão do coro em duas vozes, com um espírito de exortação energética.
Hans Henry Petersen desejava tornar vívidos os problemas e dificuldades da vida, que podem ser solucionados pela oração e, com essa finalidade, ele escolheu duas metáforas: na terceira estrofe, as tribulações da vida são comparadas a um “mar de desesperação” e na quarta estrofe, as tribulações estão associadas à difícil jornada “por entre tentação”.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário