Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

domingo, 17 de abril de 2011

Lembrem-se de Agradecer

 Obra de Sandra Kuck
A beleza e a eloqüência de uma expressão de gratidão é ilustrada em um artigo publicado nos jornais há alguns anos:
A polícia da cidade de Washington realizou um leilão de 100 bicicletas cujos donos não apareceram para reclamá-las. “Um dólar”, disse um menino de onze anos na abertura dos lances para a primeira bicicleta. Os lances, porém, subiram bem acima desse valor. “Um dólar”, repetia o menino, esperançoso, a cada vez que outra bicicleta era apresentada.
O leiloeiro, que vinha leiloando bicicletas perdidas ou roubadas havia 43 anos, percebeu que as esperanças do menino pareciam aumentar sempre que uma bicicleta de corrida era apresentada.
Restara então somente uma bicicleta de corrida. 
Os lances chegaram a oito dólares. “Vendido para aquele menino por nove dólares!” disse o leiloeiro. 
Ele tirou oito dólares de seu próprio bolso e pediu que o menino entregasse o seu dólar. O jovem reuniu todas as suas moedinhas, entregou-as ao leiloeiro, apanhou a bicicleta e começou a sair. Mas não foi muito longe. 
Encostou cuidadosamente a bicicleta recém-adquirida, voltou até o leiloeiro, abraçou-o com gratidão e chorou.
Quando foi a última vez em que sentimos uma gratidão tão profunda quanto a desse menino? 
Pode ser que as coisas que as pessoas nos tenham feito não sejam assim tão emocionantes, mas certamente existem atos de bondade que merecem nossa gratidão. 
Pres. Monson
A Liahona Out1998

Nenhum comentário:

Postar um comentário