Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

sábado, 18 de abril de 2009

A Importância da Família

Que este ano tomemos a resolução de edificar um lar centralizado no evangelho, um porto seguro que nos abrigue das tempestades do adversário.

Em meio a um mundo de agitação e incerteza, é mais importante do que nunca fazer de nossa família o centro de nossa vida e a nossa maior prioridade.
A família encontra-se no centro do plano do Pai Celestial. A seguinte afirmação extraída de “A Família — Proclamação ao Mundo” declara quais são as responsabilidades dos pais para com a própria família:
“O marido e a mulher têm a solene responsabilidade de amar-se mutuamente e amar os filhos, e de cuidar um do outro e dos filhos. ‘Os filhos são herança do Senhor.’ (Salmos 127:3) Os pais têm o sagrado dever de criar os filhos com amor e retidão, atender a suas necessidades físicas e espirituais, ensiná-los a amar e servir uns aos outros, guardar os mandamentos de Deus e ser cidadãos cumpridores da lei, onde quer que morem.
O marido e a mulher — o pai e a mãe — serão considerados responsáveis perante Deus pelo cumprimento dessas obrigações.”
Em recentes reuniões com a Primeira Presidência, eles têm expressado preocupação a respeito da deterioração da família. Sua determinação ao Conselho Executivo do Sacerdócio foi a de, em nossas designações, nos concentrarmos na família.
Para atender à Primeira Presidência, muitos planos e trabalho já estão sendo realizados. Usaremos todos os recursos de que dispomos para incentivar mais harmonia, mais amor e mais influência na unidade especial criada pelo Senhor — a família.
Precisamos fazer de nosso lar um lugar de refúgio contra a tempestade, que está crescendo em intensidade a nosso redor. Até mesmo se frestas minúsculas ficarem desprotegidas, as influências negativas poderão penetrar nas paredes de nosso lar.
Como neste exemplo:
Há alguns anos estava jantando com minha filha e sua família. A cena era comum à maioria das casas com crianças pequenas. Minha filha tentava incentivar seu filho de três anos de idade a comer uma refeição equilibrada. Ele comera toda a comida de que gostava que estava em seu prato. Sobrara uma pequena porção de vagens de que ele não apreciava. Desanimada, a mãe pegou um garfo e tentou animá-lo a comer a vagem. Ele tolerou o máximo que pôde. Então exclamou: “Olhe, mamãe, não estrague uma boa amizade!”
Essas foram as palavras exatas que ele ouvira em um comercial de televisão poucos dias antes. Ah, que impacto a propaganda, os programas de TV, a Internet e outros meios de comunicação de massa têm em nossa unidade familiar!

Lembramos a vocês que os pais devem presidir a própria família.
Existem recursos e lembretes que serão apresentados no site da Internet da Igreja e em canais de televisão, assim como por intermédio da liderança do sacerdócio e das auxiliares para ajudá-los no empenho de cumprir as responsabilidades para com a família.

Temos outros recursos que abrangem uma área mais ampla que a rede de televisão: temos o site da Igreja na Internet, lds.org. Ela foi atualizada recentemente para incluir uma nova página dedicada ao lar e à família. Essa página inclui pensamentos das escrituras e de líderes da Igreja que visam fortalecer a família. Inclui também idéias de atividades familiares. A nova seção dedicada ao lar e à família contém:
• Ensinamentos de líderes da Igreja específicos para a família
• Idéias de atividades familiares • Sugestões rápidas para a noite familiar para ajudá-los a realizar noites familiares significativas e divertidas
• Artigos de destaque a respeito de temas como, por exemplo, como realizar noites familiares mais bemsucedidas, como fortalecer o relacionamento entre marido e mulher e idéias para sentir-se mais achegado à família.
À medida que o site for atualizado, serão apresentadas outras idéias para o planejamento das noites familiares. Uma delas dará sugestões para os programas Fé em Deus, Dever para com Deus e Progresso Pessoal.
Nós possuímos um meio de comunicação que alcança toda a Igreja — nossas maravilhosas revistas da Igreja. Essas revistas chegam ao nosso lar regularmente e são um outro meio importante de transmitir informações que ajudam a fortalecer a família. Talvez já tenham observado que a Ensign e A Liahona de março trazem uma mensagem do Presidente Gordon B. Hinckley a respeito da noite familiar.
"Realizamos em toda a Igreja o programa da noite familiar uma vez por semana [na noite de segundafeira] em que os pais se reúnem com os filhos; estudam as escrituras; falam dos problemas da família; planejam atividades familiares e coisas do tipo. Não hesito em dizer que se todas as famílias do mundo fizessem isso, veríamos muita diferença no grau de solidariedade das famílias do mundo.’2 (Entrevista ao Boston Globe, 14 de agosto de 2000.)”
Na revista Ensign, o artigo que se segue ao incentivo do Presidente Hinckley para que realizemos a noite familiar é intitulado:
“Um Chamado que Eu Não Sabia que Tinha”:
“A noite familiar era desafiadora quando nossos filhos eram pequenos. Meu marido e eu levávamos a sério os conselhos dos profetas dos últimos dias quanto a realizarmos a noite familiar regularmente, mas entre nossos chamados na Igreja e outras responsabilidades, descobríamos com freqüência que não restava tempo ou energia para planejar uma reunião familiar eficaz e amorosa, quando a segunda-feira chegava.
Certo domingo, ao assistir a Primária, observei como as crianças ficavam absortas com as histórias, auxílios visuais e atividades rápidas, porém eficazes, planejados para o tempo de compartilhar e o tempo de música. Fiquei também absorvida aprendendo como o trabalho bem preparado que a conselheira da Primária e a líder de música colocavam em seu chamado. ‘Elas obviamente usavam parte de seu tempo combinado com muito amor’, pensei. ‘Elas realizam coisas maravilhosas em seu chamado.’
Naquele momento pensei: ‘A Noite Familiar é um de seus chamados. De fato, é parte de seu chamado mais importante — a maternidade!’ Refleti a respeito dessa idéia. ‘Se eu posso encontrar tempo para magnificar meu chamado como redatora do jornal da ala e professora visitante, certamente posso magnificar meu chamado na noite familiar de minha família.’”3
Que pensamento maravilhoso ela nos deu para incentivar-nos a sermos mais eficazes em nosso planejamento desta noite especial reservada para a família.

(...)
O Church News também auxilia a divulgação da mensagem da família. Ele veicula artigos a respeito de como fortalecer o amor e o respeito no lar, colocar o evangelho em ação e planejar recreações sadias.
Esperamos que ao inundarmos a Igreja com a mídia voltada para a família, os membros da Igreja recebam a ajuda e o incentivo para edificar famílias mais sólidas e melhores. Esperamos que isso se transforme em um empenho consciente e seguro na edificação de uma unidade familiar eterna. Uma grande quantidade de materiais da Igreja estarão à sua disposição, para que selecionem idéias úteis. Pelo menos ao vermos assuntos relacionados à família mencionados com tanta freqüência, todos seremos lembrados para que concentremos nossa atenção na mais importante organização que o Senhor estabeleceu aqui na Terra.
Desde o princípio, o Senhor determinou a importância da organização familiar para nós. Logo depois que Adão e Eva saíram do Jardim do Éden, o Senhor falou a eles:
“(...) desceu sobre Adão o Espírito Santo, (. . .) [e prestou] testemunho do Pai e do Filho (. . .).
[Então] naquele dia Adão bendisse a Deus e ficou pleno; e começou a profetizar concernente a todas as famílias da Terra, dizendo: Bendito seja o nome de Deus, pois, devido a minha transgressão, meus olhos estão abertos e nesta vida terei alegria; e novamente na carne verei a Deus.
E Eva, sua mulher, ouviu todas essas coisas e alegrou-se, dizendo: Se não fosse por nossa transgressão, jamais teríamos tido semente e jamais teríamos conhecido o bem e o mal e a alegria de nossa redenção e a vida eterna que Deus concede a todos os obedientes.
E Adão e Eva bendisseram o nome de Deus; e deram a conhecer todas as coisas a seus filhos e suas filhas.”“O Presidente Brigham Young explicou que nossa família ainda não é nossa. O Senhor entregou-a a nós para ver como a trataríamos. Somente se formos fiéis ela será nossa para sempre. Aquilo que fizermos na Terra determinará nossa dignidade para nos tornarmos pais celestiais.”5
A Igreja determinou duas ocasiões especiais para que a família esteja reunida.
A primeira é centralizada na observância adequada do Dia do Senhor. Essa é uma ocasião em que participamos das reuniões regulares juntos, estudamos a vida e os ensinamentos do Salvador e dos profetas. Outras atividades dominicais adequadas incluem: (1) escrever no diário pessoal e da família, (2) realizar conselhos familiares, (3) estabelecer e manter organizações familiares para a família imediata e para os parentes,
(4) entrevistas pessoais entre pais e filhos, (5) escrever para parentes e missionários, (6) genealogia, (7) visitar parentes e aqueles que estejam doentes ou solitários, (8) obra missionária, (9) ler histórias para as crianças e, (10) cantar hinos da Igreja.

A segunda ocasião é a segunda-feira à noite. Devemos ensinar nossos filhos em uma noite familiar regular e bem organizada. Nenhuma outra atividade deve envolver os membros de nossa família na segunda-feira à noite. Esta é uma ocasião indicada para ficarmos com nossa família.

Esperamos que todos vocês tenham notado a ênfase especial que a Primeira Presidência deu para as noites familiares. A carta da Primeira Presidência, datada de 4 de outubro de 1999, foi repetida recentemente nas revistas:
“Para: Os Membros da Igreja em Todo o Mundo
Caros irmãos e irmãs: As noites de segunda-feira são reservadas em toda a Igreja exclusivamente para a noite familiar. Incentivamos os membros a que separem esse tempo para fortalecer os laços familiares e ensinar o evangelho no lar.
No começo deste ano, fizemos um apelo aos pais para que dedicassem seus esforços para ensinar e criar seus filhos nos princípios do evangelho, que os manterão firmes na Igreja.
Também aconselhamos os pais e filhos a darem a prioridade máxima à oração familiar, à noite familiar e ao estudo e ensino do evangelho, entre outras atividades sadias.
Instamos os membros, onde for possível, a evitar recepções ou outras atividades semelhantes nas noites de segunda-feira. Onde for exeqüível, os membros podem também incentivar os líderes da escola ou da comunidade para que evitem marcar atividades nas noites de segunda-feira que obriguem pais ou filhos a saírem de casa.
Os edifícios e instalações da Igreja devem permanecer fechados nas noites de segunda-feira. Nenhuma atividade da ala ou estaca deverá ser planejada, e deve-se evitar qualquer tipo de interrupção durante a reunião de noite familiar.7
Que este ano tomemos a resolução de edificar um lar centralizado no evangelho, um porto seguro que nos abrigue das tempestades do adversário. Lembremo-nos novamente das promessas e instruções do Senhor a Seus filhos:
“A glória de Deus é inteligência ou , em outras palavras, luz e verdade.
A luz e a verdade rejeitam o ser maligno. (...)
E vem o ser maligno e tira a luz e a verdade dos filhos dos homens pela desobediência e por causa da tradição de seus pais.
Eu, porém, ordenei que criásseis vossos filhos em luz e verdade.”
ÉLDER L. TOM PERRY
Do Quórum dos Doze Apóstolos

Nenhum comentário:

Postar um comentário