Muito Feliz Por Ter V♥cês AQUI!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Amansa Teu Temperamento



...Todos já sentiram raiva — às vezes porque as coisas não saíram como queríamos, outras vezes como reação a algo falado de nós ou para nós. Às vezes, ficamos com raiva quando as pessoas não agem como queremos que elas ajam, outras vezes quando temos que esperar algo por mais tempo do que imaginávamos e outras vezes ficamos com raiva quando outras pessoas não veem as coisas como nós vemos.
São inúmeras as situações que nos causam raiva.
...O Apóstolo Paulo pergunta: “Podeis irar-vos e não pecar? Não se ponha o sol sobre a vossa ira”.
Eu lhes pergunto: Será possível sentir o Espírito do Pai Celestial quando estamos irados?
Não sei de nenhuma situação em que isso aconteça.
“Não haverá disputas entre vós (…). Pois em verdade, em verdade vos digo que aquele que tem o espírito de discórdia não é meu, mas é do diabo, que é o pai da discórdia e leva a cólera ao coração dos homens, para contenderem uns com os outros.
Eis que esta não é minha doutrina, levar a cólera ao coração dos homens, uns contra os outros; esta, porém, é minha doutrina: que estas coisas devem cessar”.
3 Néfi 11:28–30.
Enfurecer-se é ceder à influência de Satanás.
Ninguém pode deixar-nos zangados. Zangamo-nos por escolha própria. Se quisermos ter um bom espírito em todos os momentos, precisamos decidir refrear-nos e não nos zangar. Testifico que isso é possível.
A raiva é instrumento de Satanás e é destrutiva de muitas formas.
...todos estamos sujeitos a sentimentos que, se não forem refreados, podem levar à ira. Sentimos descontentamento, irritação ou hostilidade e, se assim decidirmos, perdemos a paciência e ficamos irados com os outros. Ironicamente, as pessoas com quem nos iramos muitas vezes são de nossa própria família, são as pessoas a quem mais amamos.
...Que tomemos a decisão consciente, sempre que for preciso, de não nos enraivecer e de não dizer as palavras ásperas e agressivas que ficarmos tentados a dizer.
Gosto muito da letra do hino escrito pelo Élder Charles W. Penrose, que fez parte do Quórum dos Doze e da Primeira Presidência no início do Século XX:
Amansa teu temperamento,
Domina teu gênio impulsivo,
Sem embotar a emoção.
Deixes que a sabedoria
Controle a tua ação.
Amansa teu temperamento.
A calma clareia a visão,
Enquanto a emoção fervilhante
Cega o homem mais sensato,
E destrói toda a clara razão

...Que não alimentemos hostilidade contra ninguém, mas sejamos pacificadores, tendo sempre na lembrança a admoestação do Salvador: “Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. João 13:35.
Pres. Monson 

3 comentários:

  1. Oieee Lúcia ...
    Amei o post...enviei a várioas amigos meus
    por e-mail...
    Muito obrigado!!!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo teu blog.

    Sobre acalmar o temperamento...é de suma importância cultivar uma boa atmosfera nos pensamentos para que nossa vida corra com mais tranquilidade.

    Abraço fraterno.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada, amigas!
    Nada com um incentivo que vem do Senhor para que possamos aumentar nossa felicidade aqui na terra e desfrutar/prolongar os bons momentos não é?!

    Que possamos continuar firmes neste objetivo!
    Muiiitos Beijos!

    ResponderExcluir